Energia Solar, uma realidade em Itaboraí

 

A falta de chuvas tem diminuído a vasão de água nos rios de regiões geradoras de energia nas hidrelétricas, o que tem aumentado e muito, as tarifas cobradas do público consumidor com a inclusão das chamadas bandeiras. Uma forma de resolver ou ao menos reduzir quase na sua totalidade, é a instalação de painéis de captação de energia solar.

Definitivamente, a energia solar é uma realidade que chegou pra ficar. Entre em contato agora mesmo com uma empresa habilitada e solicite uma visita para maiores informações.


Esse segmento é um dos mais crescentes, de acordo com levantamento feito por institutos de avaliação mercadológica e explica o aumento em participação em feiras e eventos relativos à essa atividade.

Lembramos que os benefícios são visíveis e a economia uma realidade, mas a instalação deverá ser realizada por empresas habilitadas e conhecedoras da legislação de normas que regem a colocação dos equipamentos.

Energia solar é um termo que se refere à energia proveniente da luz e do calor do Sol. É utilizada por meio de diferentes tecnologias em constante evolução, como o aquecimento solar, a energia solar fotovoltaica, a energia heliotérmica, a arquitetura solar e a fotossíntese artificial. Tecnologias solares são amplamente caracterizadas como ativas ou passivas, dependendo da forma como capturam, convertem e distribuem a energia solar. Entre as técnicas solares ativas estão o uso de painéis fotovoltaicos, concentradores solares térmicos das usinas heliotérmicas e os aquecedores solares. Entre as técnicas solares passivas estão a orientação de um edifício para o Sol, a seleção de materiais com massa térmica favorável ou propriedades translúcidas e projetar espaços que façam o ar circular naturalmente.

  

Na geração fotovoltaica, a energia luminosa é convertida diretamente em energia elétrica. Nas usinas heliotérmicas, a produção de eletricidade acontece em dois passos: primeiro, os raios solares concentrados aquecem um receptor e, depois, este calor (350 °C - 1000 °C) é usado para iniciar o processo convencional da geração de energia elétrica por meio da movimentação de uma turbina. No aquecimento solar, a luz do Sol é utilizada para aquecer a água de casas e prédios (≈80 °C), o objetivo aqui não sendo a geração de energia elétrica.

No seu movimento de translação ao redor do Sol, a Terra recebe 1 410 W/m² de energia, medição feita numa superfície normal (em ângulo reto) com o Sol. Disso, aproximadamente 19% é absorvido pela atmosfera e 35% é reflectido pelas nuvens. Ao passar pela atmosfera terrestre, a maior parte da energia solar está na forma de luz visível e luz ultravioleta. As plantas utilizam diretamente essa energia no processo de fotossíntese. Nós usamos essa energia quando queimamos lenha ou combustíveis minerais. Existem técnicas experimentais para criar combustível a partir da absorção da luz solar em uma reação química de modo similar à fotossíntese vegetal — mas sem a presença destes organismos. A radiação solar, juntamente com outros recursos secundários de alimentação, tal como a energia eólica e das ondas, hidro-electricidade e biomassa, são responsáveis por grande parte da energia renovável disponível na Terra. Apenas uma minúscula fracção da energia solar disponível é utilizada.

 

SERVIÇO:

Sollartech - Instalação e manutenção de sistema solar fotovoltaico (21) 96560.8748 whatsapp